Follow by Email

quarta-feira, janeiro 31, 2007

Praia das Maçãs – Adega Oceano em 1973


Continuando no comércio da Praia, eis uma foto de 1973 com o antigo edifício da Adega Oceano.
Ao fundo, o antigo cinema. O carro que aparece parcialmente, penso que é um Ford Anglia.
Fica para os entendidos rectificar, se for caso disso.



segunda-feira, janeiro 29, 2007

Praia das Maçãs em Agosto de 1963


Mais uma foto fabulosa da Praia das Maçãs relativa a uma tarde de um dia do Verão de 1963.
Pelo movimento, certamente a um domingo...
Duas composições de carros eléctricos (carros motores e atrelados) aguardando a partida para Sintra, já apinhados de passageiros e para os amantes de carros clássicos, estão várias marcas: Volkswagen Carocha, Fiat, Opel e o ED-24-22 que não sei a marca. Quem pode ajudar?

sexta-feira, janeiro 26, 2007

Praia das Maçãs em Agosto de 1944


Antes de ir de fim de semana, aqui está mais uma imagem de Agosto de 1944.
No poste de rede aérea rede que se pode observar, estão colocadas duas caixas que pertenciam a linha telefónica que vinha de Sintra e destinava-se às comunicações internas da Companhia Sintra-Atlântico. A que está em baixo é onde estava o telefone.
Lembro-me perfeitamente dos funcionários irem dar à manivela do telefone para saber dados de circulação dos carros devido ao seu cruzamento.
No Verão e aos domingos, nos anos 60 e até 1974, ter 7 carros a circular todos em simultâneo, em virtude da linha ser única, exigia uma grande sincronização de horários de forma a evitar acidentes.

quinta-feira, janeiro 25, 2007

Praia das Maçãs e o seu comércio

Praia das Maçãs
Agosto de 1944
Sendo os eléctricos de Sintra o tema principal deste blog, sempre que possível faremos algumas paragens na nossa (vossa) viagem, para focar outros assuntos referentes às localidades que os eléctricos servem.
Será a nossa homenagem à memória colectiva destas localidades e às suas populações, porque entendemos que devemos preservar essa memória através da imagem e da palavra.
Assim, dentro deste rumo, apresentamos hoje duas imagens da Praia das Maçãs de Agosto de 1944.
Duas das casas comerciais mais antigas da localidade. É visível a linha aérea do eléctrico para as Azenhas
Em cima, pode-se observar um eléctrico, dirigindo-se para Sintra.
Apesar da 2ª Guerra Mundial e das carências nos vários sectores da sociedade, os eléctricos desempenham um papel de extrema importância no desenvolvimento desta zona.


quarta-feira, janeiro 24, 2007

Praia das Maçãs - Agosto de 1977


E nestes dias gelados de Janeiro de 2007, que tal uma foto “quente” de Agosto de 1977.
O que sobressai é a autêntica multidão na Praia. Velhos tempos e, ai que saudades.
Será que eu (Valdemar Alves) estarei ali no meio? A probabilidade é grande, raramente a família falhava um fim de semana aqui nesta Praia.
E, ao almoço, subia-se a encosta do lado da Praia Grande e almoçava-se, levado de casa e completado com alguns produtos comprados logo pela manhã no antigo mercado, mesmo junto ao terminal do eléctrico, junto dos caniços perto do restaurante aí existente. Quem se lembra do nome?
Foi assim durante muitos anos. Até 1974 o transporte era feito de carro eléctrico que era mais barato que o autocarro. Depois (que remédio!) de autocarro.
Bem, por hoje já chega de nostalgia.

Bola Nívea na Praia das Maçãs


Referida num comentário a um post, aqui está a bola nívea da Praia das Maçãs num fotografia de finais dos anos 60, tirada certamente num excelente dia de Verão.

terça-feira, janeiro 23, 2007

Os carros eléctricos chegam à Praia das Maçãs (Parte 2)

10 de Julho de 1904

O jornalCorreio de Cintra de 17 de Julho de 1904 depois de relatar a inauguração da linha de carros eléctricos até à Praia, pediaencarecidamente á direcção do eléctrico é que continue a linha até ao Oceano, pois a actual paragem é incómoda e o ponto de espera incoveniente”.
Na verdade, o terminús da linha em 1904 não se situava no local actual, situando-se mais ou menos, em frente onde se situa hoje o Mercado da Praia. Desse local até às primeiras casas da Praia os terrenos eram de Eugénio Levy. Depois de aturadas negociações, somente em Agosto de 1908 é que foi possível o entendimento para o prolongamento da linha. Um ano depois, a linha tinha chegado ao local actual.

Postal da Praia das Maçãs de finais da primeira década do Século passado.
É visível o canal da linha do eléctrico e o aspecto tosco dos postes da linha aérea. De referir que os postes eram na maior parte em madeira.
A estrada não existia, existindo sim, um caminho estreito e rudimentar.

segunda-feira, janeiro 22, 2007

Os carros eléctricos chegam à Praia das Maçãs

10 de Julho de 1904.

Finalmente “chegamos” à Praia das Maçãs. A 10 de Julho de 1904, pelas “nove horas e um quarto da manhã partiu o primeiro carro de Cintra […] indo no mesmo carro muitas pessoas de Cintra”. Portanto pouco depois da 10 horas da manhã chegou à Praia das Maçãs o primeiro carro eléctrico. Logo no início era realçada a beleza do percurso, sendo “… pittoresca e cheia de pontos de vista magníficos, pelo que vale bem a viagem”.
Os textos citados foram extraídos da revista Ocidente de 30-7-1904
Postal da Praia das Maçãs circulado em 1913.

domingo, janeiro 21, 2007

Terminal da linha Colares (São Sebastião) -1904

Hoje ainda ficamos em Colares com mais uma foto do terminal. Havia uma segunda linha para manobras dos carros de forma a poderem voltar para Sintra.

Fotografia do Arquivo Fotográfico da CML. Cota ACU 000402.

Carro motor e atrelado em Colares. Enquanto não parte de volta para Sintra os passageiros passeiam na zona.

sábado, janeiro 20, 2007

Eléctricos entre Sintra (Vila) e Colares (São Sebastião)

A 31 de Março de 1904 é inaugurada a linha de eléctricos “mais romântica da Europa”.
Os eléctricos partiam da Vila Velha e chegavam nesta primeira fase até Colares-São Sebastião, onde hoje se situa a paragem de Colares.

Eléctrico na Vila Velha em 1905. Pode-se observar as várias dependências anexas ao Palácio Nacional da Vila e que foram demolidas entre 1912/1913.


Fotografia do Arquivo Fotográfico da CML. Cota ACU 000403.


Eléctrico chegando a Colares-São Sebastião em 1904.

sexta-feira, janeiro 19, 2007

Ribeira em Março de 1904


Fotografia publicada na revista “Ilustração Portuguesa”, de 4 de Abril de 1904

Agora que os eléctricos têm uma nova garagem, aqui está uma imagem com os eléctricos junto à sua primeira garagem.
Esta fotografia foi obtida no dia 27 de Março de 1904, dia em que foram feitas as experiências oficiais desta linha, com a presença da Imprensa da época.Eléctricos abertos e fechados com os respectivos convidados



Sintra-Vila. Carro eléctrico junto à Igreja de São Martinho. 26 de Março de 1904.

Ontem foi a fotografia mais antiga dos eléctricos de Sintra, hoje é a mais antiga tirada em Sintra.
Neste postal fotográfico pode-se observar um eléctrico aberto Na Vila Velha, junto à Igreja de São Martinho, onde terminou a linha entre 1904 e 1957.
O autor desconhecido desta fotografia teve o cuidado de escrever na mesma “o carro 14 da Compaª Cintra ao Oceano em experiências da luz na noite de 25 para 26 de Março às 12.30 da manhã de 1904”.
Facto estranho é referir “noite de 25 para 26 de Março às 12.30 da manhã” quando é perfeitamente visível a luz solar.
Curiosidades de tempos antigos.


Este era um dos 4 carros abertos que foram encomendados para Sintra. Três chegaram até aos nossos dias (actuais 1, 6 e 7), sem praticamente qualquer transformação, com excepção da colocação de faróis em 1922/23. O quarto carro foi transformado em carro fechado em 1947/48.

Postal fotográfico de autor desconhecido.
Colecção de Valdemar Alves.



quinta-feira, janeiro 18, 2007

Fotografia mais antiga dos eléctricos de Sintra

Fotografia original Nº 1807 pertencente ao Arquivo “The Historical Society of Pennsylvania”. Filadélfica. EUA. Cópia da colecção de Valdemar Alves

Aqui está a fotografia mais antiga dos eléctricos de Sintra.
Foi tirada em 1903 nas instalações da empresa J. G. Brill em Filadélfia nos Estados Unidos.
Foi aqui que foram construídos todos os eléctricos que todos podem ainda observar 104 anos depois.
Esta empresa era a melhor empresa mundial do ramo, construindo unidades com os sistemas mais avançados da época e de grande resistência. Bons motores e boa madeira.
Os eléctricos eram construídos e montados na Brill, sendo fotografados antes de novamente serem desmontados e enviados para o destino. Foi de barco e em peças que chegaram ao porto de Lisboa, sendo transportados para Sintra e montados na Ribeira de Sintra.
A encomenda dos eléctricos de Sintra foi feita em Março de 1903 e em Novembro já estavam a efectuar as primeiras experiências em Sintra.
Nesta foto de um dos 3 carros fechados iniciais já se pode observar a frase “Cintra ao Oceano” e por cima é visível o emblema da Companhia concessionária “Companhia do Caminho de Ferro de Cintra à Praia das Maçãs, SARL”. Talvez devido ao comprimento do nome, foi logo adoptado o nome comercial e bastante feliz “Cintra ao Oceano”. Em 1904 a companhia mudou mesmo de nome para ”Companhia Cintra ao Oceano, SARL”.

domingo, janeiro 14, 2007

Novo tema no Blog

desculpem pela demora em postar.
Vou começar com um novo tema neste blog.
Eléctricos de Sintra será o tema com mais destaque.

Canico

Antes e depois...

Eléctricos de Sintra
Garagem da Ribeira de Sintra.


Antes...
E depois...
Fotos: Bob Lennox